Hoje vamos falar de um tema que muita gente gosta: a influência das cores sobre nós. No último post falei um pouco sobre o subconsciente, e como toda informação a nossa volta nos afeta, por mais sutil que seja. Estamos expostos constantemente a sons, formas, materiais, luz e sombra, cores, etc. Se você não leu clique aqui, vale a pena!

Então agora vamos nos aprofundar um pouco mais nesse assunto tão instigante que é a cor.

Primeiramente é importante diferenciar as cores sólidas (que podemos ver e está presente em tudo a nossa volta) da luz colorida, usada na cromoterapia. Toda luz possui cor, emite calor e frequência. Sua aplicação em terapias de cura vai muito além de apenas a estimulação visual, como acontece com a cor sólida.

Mas por que as cores nos afetam?

A cor é recebida pela visão, através de nervos receptores do olho e enviada para todo o resto do corpo através de estímulos nervosos. Portando as cores estimulam a mente, sensações e sentimentos. Não se sabe exatamente porque cada cor estimula determinada parte do corpo, ou sensações, mas seus efeitos são comprovados e muito utilizados, como por exemplo no marketing. As cores utilizadas em embalagens de produtos são extremamente importantes para o sucesso das vendas.

Na arquitetura também é importante. Um ambiente precisa ser pensado com as cores apropriadas para o seu uso. Então aqui vai um pequeno resumo dos efeitos de cada cor:

Vermelho: excitante e estimulante, é usado em restaurantes para estimular o apetite e a conversa. Tem o poder de comprimir, é usado na decoração para fazer com que o ambiente pareça menor do que é. Cor imprópria para os asmáticos. Fisicamente, o vermelho é a cor do coração, do sangue e da carne, sendo assim associado à vida, ao amor e à sexualidade.

A luz vermelha acelera o ritmo cardíaco e aumenta a circulação sanguínea, criando sensação de calor. Também favorece a liberação de adrenalina.

Emocionalmente, o vermelho é a cor de mais impacto. Por isso pode provocar efeitos negativos quando utilizado em excesso, como raiva, agressividade e belicosidade.  Mas quando bem utilizado possui efeitos muito positivos. No Feng Shui por exemplo, o vermelho simboliza sucesso e proteção.

Laranja: mistura de vermelho e amarelo, é a cor da terra e do outono. É uma cor quente, mas sem o calor vibrante do vermelho. Também é associada à sexualidade e fertilidade, pois é a cor que irradia do cháckra sacro, relacionado aos órgãos reprodutores femininos e a energia feminina.

Laranja é a cor da alegria e tem o poder de estimular a liberdade e o movimento em todos os níveis do nosso ser. Ele também ajuda a aliviar a depressão e o reumatismo. Age como tônico geral. É um estimulante emocional.

Amarelo: É a cor da primavera, que mais se aproxima a luz do sol, irradiando calor e inspiração. Estimulante do sistema nervoso. Negativamente, está associado a doença e covardia.

Estimula o intelecto e a inspiração mental, sendo uma boa cor para usar, em pequenas quantidades, em locais de estudo. Por outro lado, passar muito tempo num ambiente com excesso de amarelo pode causar um estado de distanciamento emocional e mental.

Dourado: Mistura do laranja com o amarelo, é uma cor quente e brilhante. Desde tempos antigos, o dourado era utilizado na forma de ouro e simbolizava riqueza e prosperidade. No Feng Shui também não podia ser diferente, representa a prosperidade.

Na medicina antroposófica melhora a circulação, aumenta o calor do corpo. É usado no combate da depressão e tendências suicidas.

Na decoração, essa cor inspira riqueza e luxo.

Verde: é a cor associada ao equilíbrio de todos os nossos aspectos. É a cor da natureza, da vida, das folhas na primavera. Também é a cor da decadência, quando a natureza se decompõe. O verde é uma cor repousante para os olhos, possui qualidades calmantes. É uma cor despretensiosa e pode ficar como pano de fundo, sem exigir atenção imediata.

O verde alimenta, refresca o sangue e anima os nervos. Equilíbrio, traz estabilidade à mente e às emoções e serve para tratar algumas doenças do coração. Negativo: náusea, veneno, inveja e ciúme.

Turquesa: Mistura de azul e verde. Na pérsia, a pedra turquesa significa “alegria”: acreditavam que a cor afastava o mau olhado, protegendo os animais e pessoas.

Possui propriedades refrescantes, aliviam as inflamações e ativam o sistema imunológico, combatendo o stress.

Azul: é uma cor fria, simboliza a vasta extensão do céu. Dá a sensação de paz e relaxamento, sendo boa para o quarto, sala de meditação ou descanso. Devido a sua qualidade fria, não é aconselhável usar muito azul em ambientes pouco ensolarados e potencialmente escuros, mas é uma boa cor para lugares bastante ensolarados.

Ao contrário do vermelho, é uma cor que expande, fazendo com que o lugar pareça maior. Combate a pressão alta, stress, insônia e tensão.

Negativamente está associado à tristeza e à depressão, por isso é uma cor desfavorável para quem sofre desses males.

 

 

Índigo: usado na terapia, é a cor da dignidade e das altas aspirações. Boa cor para trabalhar a intuição e a capacidade de guardar sonhos. Fisicamente age como analgésico. Psicologicamente consegue limpar as correntes psíquicas do corpo.

Tem o poder de criar espaço onde podemos pensar, sentir ou apenas ser. Mas assim como o azul tem que tomar cuidado, pois pode gerar sensação de solidão e isolamento. Pode favorecer a depressão ou intensifica-la.

Violeta: possui o menor comprimento de onda e a mais alta energia de todas as cores. A cor é encontrada na pedra ametista e na flor violeta. Está associado à espiritualidade. É uma combinação de energias masculinas do vermelho e das energias femininas do azul, o que lhe dá o poder de equilibrar as duas energias. Promove força física e espiritual, favorece o amor próprio e a dignidade, levando ao amor incondicional.

Magenta: Combinação de vermelho e violeta, as duas cores de extremidades opostas no espectro. Está associada à mudança pessoal. Nos ajuda a abandonar os velhos padrões emocionais e mentais que atrapalham o crescimento espiritual. Simboliza o evoluir na vida.

Fonte: “Manual de Cura Pela Cor” – Pauline Willis